Wesley Testa

Outras publicações de Wesley Testa

Wesley Testa já rodou o mundo em shows de motocicletas e atuou como dublê. Hoje ele transmite tudo que aprendeu em cursos de pilotagem no Kartódromo do Cave, no Guará DF

Parar a moto com eficiência

10 de Fevereiro de 2012

|

ENCONTRODEMOTOS.com

Amigos motociclistas, hoje falarei sobre como parar a moto com eficiência e segurança. A primeira coisa antes de tudo é estar sempre atento as condições que o asfalto se encontra. Porém situações adversas podem ocorrer e podemos estar acima de uma velocidade considerada segura.

Para parar a moto no menor espaço possível e com segurança é preciso utilizar os freios dianteiro e traseiro e também reduzir o motor. A segunda recomendação é ter um preparo psicológico para não “travar” na hora do susto. Em frações de segundo, o que conta é o condicionamento de tomar uma decisão correta. Quando não há essa condição a tendência é paralisar.

Em dias de chuva, o ideal é manter a calibragem do pneu menor para gerar maior área de atrito. Essa calibragem pode variar entre 16 e 25 libras, dependendo da cilindrada da moto. Entre16 e 18 libras para motos de 125 cc até 400 cc. Para motos acima de 400 cc você deve utilizar entre 22 e 28 libras. Lembre-se que essa calibragem é apenas para asfalto molhado, caso esteja seco a calibragem é a recomendada pelo fabricante.

Obstáculos inesperados

Lembrando que no cansaço você diminui o reflexo.  O mais importante é manter em uma distancia que possa calcular se vai haver um tempo de reação melhor. Existe uma tendência muito forte de o motociclista olhar a uma distância de até 50 metros a sua frente. Além do controle de 360 graus, o ideal é o motociclista ter um campo de visão entre 100 e 200 metros à frente. Tendo essa distância de segurança há uma segurança para desaceleração, frenagem e redução do motor.

É necessário ter tirocínio, ou seja, capacidade de discernimento, para prever qualquer obstáculo adverso à frente.