Cris Rissanen

Outras publicações de Cris Rissanen

Cris é nossa colunista internacional, escreve direto da Finlândia, trazendo para nós as notícias, novidades e curiosidades do mundo motociclístico no exterior.

Um braço, uma perna, uma moto!

11 de de 2012

|

ENCONTRODEMOTOS.com

É verdade que no mundo do motociclismo, além de prazer, há também fatores de riscos. Uma direção prudente e o uso adequado dos equipamentos são fundamentais. Mas e quando o inevitável acontece? Será que desistir ou temer pilotar passaria pela sua cabeça?

Pelo que já vi nas estradas europeias e encontros de motos, vários grupos de motociclistas com alguma deficiência, em suas motocicletas ou triciclos adaptados, até mesmo com cadeiras de roda, tudo isso me faz crer que a resposta “sim” seria um tanto atípica! Eles não desistiram!

Um exemplo não só da paixão pelas motos, como também de determinação e superação, é o do australiano Alan Kempster, que há alguns anos foi atropelado por um caminhão, no qual o motorista estava embriagado, enquanto pilotava sua moto. O acidente foi tão trágico que acarretou na amputação do seu braço e de sua perna direita.

Foram muitos meses de recuperação. Enquanto muitos estariam se lamentando, ele pensava em não ter pena de si mesmo e resolveu experimentar coisas novas. Passou então a praticar o esqui aquático e representou a Austrália por dez vezes, sendo tricampeão mundial no esporte.

Posteriormente, Kempster mudou-se para os Estados Unidos para ensinar na categoria, mas o que ele queria mesmo era voltar a andar de moto! E, no intuito de provar a todos “que a vida é o que você faz dela e não o que ela te proporciona”, Alan partiu em busca do seu sonho. Ele voltou para Austrália e começou a fazer modificações em sua moto, adaptando-a às suas necessidades, pondo todo o sistema de controle do lado esquerdo.

Objetivo atingido, satisfação garantida, certo? Não para Alan Kempster, que não se contentou só com umas voltinhas. Perseverou e finalmente convenceu a liga local de corridas de moto a deixá-lo competir. Kempster venceu sua primeira corrida!

Atualmente, é piloto e compete na categoria 400cc com sua Kawazaki. Como se já não bastasse tanta virtude, Alan também tem um ótimo senso de humor, seu número de competidor nas pistas é ½.

Confira o documentário no qual Kempster fala sobre sua história de determinação. Sempre procurando provar que ele pode ser tão capaz como qualquer um, de fato até melhor!